Relatos de viagens de escritores europeus a Persépolis: Vita Sackville-West, Robert Byron, Annemarie Schwarzenbach Nicolas Bouvier e Higinio Polo

Palavras-chave: Vita Sackville-West, Robert Byron, Annemarie Schwarzenbach, Nicolas Bouvier, Higino Polo, literatura de viagens, geocrítica, Persepolis, Irão

Resumo

Aplicando modelos de abordagem ligados à geopoética, proponho-me reler os textos que de Vita Sackville-West, Robert Byron, Annemarie Schwarzenbach, Nicolas Bouvier, Higino Polo e Jason Elliot escreveram sobre visitas que fizeram às ruínas de Persépolis, no Irão. Tendo em conta os contextos de produção, irei ler os textos que testemunham, por um lado, uma ligação entre um espaço geográfico e as duas observadoras, levando a uma individuação desse espaço, sempre situado entre a realidade e a sua apreensão individual e a ficção. As paisagens oferecem as suas margens, as suas resistências, a que o viajante reage, criando depois um espaço literário. Esses textos serão lidos em novos contextos, agora re-traduzido no ato de leitura, criando, em novos contextos, outros espaços literários, que não podem corresponder exactamente aos espaços vividos e literarizados. 

Como Citar
Vilas-Boas, G. (2018). Relatos de viagens de escritores europeus a Persépolis: Vita Sackville-West, Robert Byron, Annemarie Schwarzenbach Nicolas Bouvier e Higinio Polo. Cadernos De Literatura Comparada, (38), 87-110. Obtido de http://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/464