Como se faz uma “orgia do fogo”? Teatro e ritual em Mário de Sá-Carneiro e Antonin Artaud

Palavras-chave: Mário de Sá-Carneiro, “O teatro-arte”, Antonin Artaud, Le Théâtre et son Double, teatro, ritual

Resumo

O ensaio de Mário de Sá-Carneiro “O teatro-arte” (1913) e o livro de Antonin Artaud Le Théâtre et son Double (1938) têm em comum o facto de anunciarem um teatro que ainda não existia e que, de algum modo, nunca poderá existir: através de uma sublimação metafísica ou da crueldade do corpo atacado pela peste, os dois autores pretendem criar um ritual sagrado. Como se realiza essa transmutação do jogo cénico, e a que custo?

Como Citar
Eiras, P. (2019). Como se faz uma “orgia do fogo”? Teatro e ritual em Mário de Sá-Carneiro e Antonin Artaud. Cadernos De Literatura Comparada, (39), 243-256. Obtido de http://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/518