Cinema e poesia: aproximações à obra de António Reis

Palavras-chave: António Reis, cinema, poesia, forma-de-vida

Resumo

O presente artigo visa traçar aproximações entre a obra poética de António Reis e a sua obra cinematográfica, realizada em conjunto com Margarida Cordeiro. Tais aproximações serão de ordem formal, tendo em consideração os procedimentos da montagem cinematográfica e os recursos expressivos literários, bem como de ordem temática. O que há de poético nos filmes de Reis e Cordeiro? O que há de cinematográfico – ou deveremos dizer, cinemático? – nos poemas de António Reis? Tendo como principal ponto de partida as noções de cinema de poesia (Pier Paolo Pasolini) e cinema da poesia (Rosa Maria Martelo), tentar-se-á aqui aproximar a criação de uma atmosfera (José Gil) e de um estilo comuns às produções estéticas de António Reis, em suma, uma forma de vida (Giorgio Agamben)?

Como Citar
Martins, A. (2019). Cinema e poesia: aproximações à obra de António Reis. Cadernos De Literatura Comparada, (41), 131-147. Obtido de https://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/560
Secção
Artigos