Notas sobre o Outro Lado das Fronteiras Míticas do Western

  • Carlos Jorge Figueiredo Jorge Universidade de Évora (jubilado)
Palavras-chave: Fronteira, western, colonos/ peregrinos, índios, sheriffs, marshals

Resumo

Tentaremos fazer uma breve panorâmica do delineamento do Oeste Americano (Ianque) enquanto designação de uma realidade geofísica, mas com fortes penetrações culturais e ideológicas na amplitude semântica do termo, atendendo a que, em última análise, o vocábulo circunscreve um espaço de confronto, beligerância e oposição entre o universo selvático e o da civilidade ou civilização, tendo em vista fundamentalmente abordar o processo da organização legal e jurídica da cidadania, representado nos westerns que tomam como temática central a instauração da lei e da ordem na sua dialéctica complexa com a dimensão da justiça. Nesta última oposição, redimensionam-se não só o confronto entre os colonos/ peregrinos europeus e os índios, como o dos modos de produção agrários, com estruturação de relações socioeconómicas esclavagistas ou quase feudais, com aquelas defendidas por uma mentalidade burguesa, capitalista e liberal e, ainda, a função destacada e o protagonismo dos representantes da lei, sheriffs e marshals.

Publicado
2021-02-15
Como Citar
Figueiredo Jorge, C. J. (2021). Notas sobre o Outro Lado das Fronteiras Míticas do Western . Cadernos De Literatura Comparada, (43), 21-42. Obtido de https://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/694