Maria Firmina dos Reis: a fundadora negra de outra tradição literária brasileira

  • Fernanda Rodrigues de Miranda UNIFESSPA
Palavras-chave: Maria Firmina dos Reis, Autoria afro-brasileira, Representação negra, Romance brasileiro

Resumo

Neste artigo analisa-se a obra Úrsula (1859), da escritora afro-brasileira Maria Firmina dos Reis, pioneira na publicação do gênero romance e do conteúdo abolicionista na ficção em língua portuguesa. Através de algumas linhas gerais sobre o contexto da obra, da observação do prefácio e da constituição das personagens negras, objetiva-se salientar em que medida a obra opera uma fratura à ordem colonial como enquadramento único de pessoas negras, instaurando uma nova tradição na literatura brasileira.

Publicado
2021-02-15
Como Citar
Rodrigues de Miranda, F. (2021). Maria Firmina dos Reis: a fundadora negra de outra tradição literária brasileira . Cadernos De Literatura Comparada, (43), 61-74. Obtido de https://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/697