O vulto da Bahia e o lugar da mulher: Maria Quitéria/Soldado Medeiros no carnaval carioca

  • Helder Thiago Maia Universidade de São Paulo
Palavras-chave: Maria Quitéria, Soldado Medeiros, Carnaval

Resumo

Neste artigo, analiso a presença de Maria Quitéria de Jesus/Soldado Medeiros na cultura brasileira a partir de doze sambas-enredos de Escolas de samba do Rio de Janeiro, e seus respectivos desfiles, entre os carnavais de 1954 e 2020. Com base no material encontrado e nas análises realizadas, podemos dizer que há duas narrativas significativamente distintas sobre a personagem. Na primeira, entre as décadas de 50 e 70, há uma perspectiva militarizada, onde a personagem é construída a partir de sua capacidade guerreira e da sua atuação nas lutas de independência; na segunda, entre as décadas de 90 e 10, há uma perspectiva feminista, sendo a personagem construída a partir de sua capacidade de transgredir as normatividades de gênero.

Publicado
2021-02-15
Como Citar
Maia, H. T. (2021). O vulto da Bahia e o lugar da mulher: Maria Quitéria/Soldado Medeiros no carnaval carioca . Cadernos De Literatura Comparada, (43), 87-106. Obtido de https://ilc-cadernos.com/index.php/cadernos/article/view/699