Entre a Literatura e o Jornalismo: Itinerários do Escritor Baiano Anísio Melhor (1885-1955)

Autores

  • Ionã Carqueijo Scarante Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia Baiano (IF BAIANO- Campus Valença) Grupo de Pesquisa em Linguagens, Culturas e Ambientes (GLICAM- IF Baiano

DOI:

https://doi.org/10.21747/2183-2242/cad44a9

Palavras-chave:

Anísio Melhor, Literatura, Jornalismo

Resumo

Anísio Melhor nasceu na cidade de Nazaré, situada no Recôncavo da Bahia, no dia 07 de maio de 1885. Da leitura de sua obra, mais importante fonte de informações encontradas sobre o escritor, percebe-se que o jornalismo e a sua vida mesclam-se. Autodidata, foi nos jornais que dirigiu e colaborou que se revelou poeta, romancista, contista, crítico literário, folclorista e cronista. Dentre os gêneros literários que publicou em periódicos, as crônicas são os textos que mais evidenciam o seu modus scribendi, bem como apontam pistas de seu percurso intelectual e de sua evolução como escritor. Em alguns de seus textos, discorre sobre o trabalho solitário do jornalista, aliando aos seus escritos as suas vivências enquanto leitor de jornais dos mais variados e, especialmente, enquanto jornalista da sua pequena cidade. Segundo o escritor, o jornal de interior valoriza cada leitor de sua cidadezinha, conhece seu público muito de perto, anota dia a dia os acontecimentos: ora é a crônica de cunho social, ora é o comentário sobre os falecimentos, ora é a poesia telúrica, ora é o nascimento de mais uma criança, ora é o capítulo de mais uma novela ou romance. Assim, no jornal que fundou e dirigiu por algumas décadas, O Conservador (1912-1945), (re)construía, a cada dia, a história da sua gente, registrava as suas tradições, histórias e memórias. As pesquisas realizadas em acervos literários para a composição deste artigo contribuíram para reavivar a memória deste escritor e divulgar a sua produção literária e seu trabalho como jornalista.

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

Scarante, I. C. (2021). Entre a Literatura e o Jornalismo: Itinerários do Escritor Baiano Anísio Melhor (1885-1955). Cadernos De Literatura Comparada, (44), 153–172. https://doi.org/10.21747/2183-2242/cad44a9