O cavo amor e seus ruídos

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21747/2183-2242/cad44v3

Palavras-chave:

Max Martins, Carlos Drummond de Andrade, Poesia Brasileira Moderna, Erotismo

Resumo

Estudo sobre a relação de “mestria desviante” entre as obras de poesia de Carlos Drummond de Andrade e de Max Martins. Para tanto, compreende algumas linhas de força emblemáticas na poesia de Drummond em convergência e metamorfose na poesia de Max, no fim de 1940 e início de 1950. Segundo Benedito Nunes, no ensaio "Max Martins, Mestre-Aprendiz" (2001), a poesia de Drummond foi decisiva na formação da poesia de Max. É dominante no conjunto dos ciclos e no movimento descontínuo da obra de Max, como Benedito Nunes compreende a sucessão dos livros, o amor como procedimento erótico-erosivo, tópica fundamental da sua aprendizagem do desaprender em relação à poesia de Drummond.

 

Downloads

Publicado

2021-06-30

Como Citar

de Aquino, A. L. V. (2021). O cavo amor e seus ruídos. Cadernos De Literatura Comparada, (44), 355–367. https://doi.org/10.21747/2183-2242/cad44v3