As irmãs de Fernando Pessoa

Autores

  • Marinela Freitas Universidade do Porto - ILC

DOI:

https://doi.org/10.21747/21832242/litcomp49v3

Palavras-chave:

Woolf, Pessoa, escrita de mulheres, história alternativa

Resumo

Quando em 1929 Fernando Pessoa e António Botto editam, em Lisboa, a Antologia de Poemas Portugueses Modernos, Virginia Woolf publica, em Londres, o seu célebre livro A Room of One’s Own, no qual reflete sobre como teria sido a vida da irmã de William Shakespeare caso ela tivesse existido e tivesse revelado o mesmo talento literário do irmão. Inspirada nesse exercício feminista especulativo, este artigo propõe que pensemos o que teria acontecido se as três irmãs de Fernando Pessoa (Maria Clara, Henriqueta e Madalena) se tivessem revelado, tal como o irmão, génios poéticos modernistas. Que obstáculos teriam tido de enfrentar? Seriam elas incluídas na antologia de Pessoa e Botto? E que consequências teria a sua existência para a história literária e cultural portuguesa do século XX?

Downloads

Publicado

2023-12-31

Como Citar

Freitas, M. (2023). As irmãs de Fernando Pessoa. Cadernos De Literatura Comparada, (49), 207–218. https://doi.org/10.21747/21832242/litcomp49v3